sexta-feira, 15 de novembro de 2013

Menina de 17 anos se mata após ter vídeo íntimo vazado na internet



 
Infelizmente Júlia não suportou a vergonha de ter sua intimidade exposta na internet e resolveu acabar com a própria vida, se enforcando com o fio de sua prancha de cabelo. A polícia de Parnaíba ainda investiga o caso.

A garota que aparece mantendo relações sexuais em vídeo, que ela por engano publicou na internet, foi encontrada morta, no último domingo (10), pela tia com o fio da prancha envolto no pescoço. Uma tragédia anunciada. Antes de se matar Júlia postou seu adeus no Twiter.


Júlia estava começando a vida, era ainda uma garota e já tinha de lidar com a execração pública, e o pior, ter de lidar com a culpa de ter feito o vídeo e por engano coloca-lo na internet . Júlia sabia que sua vida estava marcada pra sempre. Pois ela sabia que o vídeo iria viralizar, um vídeo com esse conteúdo é um prato cheio pra os canalhas de plantão, principalmente o machistas.

Quem alimenta esse tipo exposição são pessoas doentes, inseguras, sem caráter e que não têm o mínimo de respeito para com o outro. É uma massa de hipócritas anencéfalos que vive a observar e rir da desgraça alheia.

Só divulgam esse tipo de lixo na internet porque há público para ver, compartilhar e rir das vítimas. No caso de Fran, não há como culpar apenas o canalha que fez o vídeo e o divulgou, quem assiste e repercute o material também é responsável pela difamação. Da mesma forma, as pessoas que se aproveitaram do engano da garota e compartilharam o material. Não há como justificar essa insanidade com a desculpa de que a curiosidade foi maior, porque não há mais o que se descobrir em matéria de sexo. Já se viu de tudo, há vídeos, profissionais, para mostrar tudo nos seus mínimos detalhes, inclusive de graça e na internet.

Se já tivéssemos aprendido a lidar com a exposição desse tipo de material e tivéssemos maturidade para ignorar esse tipo de exposição, essa garota não teria se sentido impelida a tirar a própria vida. Foi uma bobeira da garota o vazamento do vídeo, mas se não fosse a canalha que esta sempre de prontidão para se aproveitar para divulgar e julgar, talvez, a menina  provavelmente não se sentiria amedrontada a ponto de tirar a própria vida.

O que alimenta esta histeria coletiva é o desejo de execração da mulher, é desejo de punição da mulher que se dá o direito de viver sua sexualidade. Os vídeos íntimos divulgados sem o consentimento busca violar a pessoa no que ela tem de mais íntimo, a sua sexualidade. A exposição da intimidade de uma pessoa é um estupro, e quiçá, com danos ainda mais severos e irreversíveis do que o estupro que viola a carne. Ele atinge a alma, fere profundamente a individualidade da vítima, é um estupro que se repete cada vez que alguém vê o material ou fala dele.

Lamentavelmente vivemos ainda na era do pão e do circo, vivemos no tempo de pouco respeito pela privacidade alheia e do direito do outro. Estamos nos socializando com canalhas que não se importam em devassar nossa intimidade. Ai do seu lado, nesse instante, deve ter um canalha estúpido assistindo esse tipo de lixo. Pessoas que não se importam em violar a intimidade alheia eu considero lixo, escórias, verdadeiros párias. E não me venham defender esse tipo pária porque não rola.

Querida, saiba de uma coisa; se ele rir e julga a vítima desse tipo de situação, pode ter certeza absoluta que se ele tiver oportunidade de fazer o mesmo com você, ele fará. Não confie em homem moralista que tenta desqualificar as vítimas desse tipo de engano e que rir da exposição, pois são canalhas. São pessoas que acham que estão acima de tudo e todos. São pessoas que se sentem no direito aniquilar com o outro por conta de seus “erros”, são hipócritas que fazem tudo diferente do que falam ou cobram dos outros.

Mulher tem o direito de fazer sexo com quem e quantos quiser, também têm o direito de filmar suas relações sexuais sim, isso não errado e muito menos crime. Errado é denegrir a imagem de alguém, além de errado é crime. Vergonhoso e reprovável é atitude e o caráter de quem difama ou denigre a imagem de uma pessoa com a qual teve algum tipo de relação.

Tá na hora de nós mulheres darmos o troco nessa escória, não dá pra confiar em homem que acha “engraçado” a exposição de uma mulher dessa forma. Não devemos aceitar críticas, piadinhas ou julgamentos de quem quer que seja por conta desse tipo de situação.

Vamos nos solidarizar Júlia (pelo menos com relação a sua imagem), com Fran, com Denise e com tantas outras que vier a sofrer este tipo de execração. Não vamos tolerar risinhos de canto de boca ou comentários debochados sobre a exposição de mulheres. Vemos demonstrar nossa intolerância com o preconceito ou com a canalhice dizendo para os “baluartes da moral e dos bons costumes” que eles estão sendo preconceituosos e canalhas em seus comentários e atitudes.

Chega de ser cúmplice desse tipo de escoria, chega de dar munição pra esse tipo de gente. Quantas Júlias, Frans ou Denises ainda terão suas vidas destroçadas por canalhas que não têm o menor respeito pela intimidade alheia?

Esta na hora de repensarmos a nossa sociedade. Esta na hora de ocuparmos nossa mente com coisas produtivas. Não da pra perdermos tempo nos ocupando com os “vacilos” alheios. Precisamos crescer, não se tolera que ainda hajamos como se tivéssemos 7 anos de idade e ainda tivéssemos na fase de achar tudo engraçada e vergonhoso.

Perdemos uma garota de 17 anos, uma menina que tinha vida inteira pela frente. Perdemos Júlia para a falta de caráter, para a hipocrisia, para o desrespeito, para a intolerância e para o machismo. O mínimo que se esperava das pessoas que faziam parte do ciclo de amizade dela era que lhe apoiassem e se solidarizassem com ela no intuito de apagar o vídeo.

Sinto profundamente que Júlia tenha partido, sinto profundamente que Júlia não tenha suportado a dor, a humilhação, execração pública. Sinto muito que Júlia não tenha suportado o estupro coletivo, porque cada um que compartilhou o vídeo ou a julgou a estuprou.

Que a morte de Júlia sirva para dimensionar o quão pesado é o fardo que se tem de carregar quando se é vítima desse tipo de exposição. Que essa tragédia possa motivar a criação de leis bastante severas para punir o crime de difamação pela internet.

À família de Júlia meu profundo e sincero lamentar por sua perda.



29 comentários:

Ana Carla disse...

Muito bem!!! Concordo plenamente que nós mulheres temos direitos e temos vontade própria... O que fizeram a essa menina é uma amostra da falta de humanidade e de amor ao proximo. Hoje em dia não existem amigos verdadeiros,alguns se aproximam dos outros com a finalidade de fazer amizade, mas na primeira chance dão uma rasteira...gostam de vê o próximo ser humilhado. Precisamos de DEUS,precisamos de AMOR ao próximo, precisamos nos amar, respeitar...Caridade gente, num é só ajudar financeiramente não, caridade não é só dá um objeto não, caridade é ouvir,apoiar...Muito triste!!!

Johnny Alf disse...

O machismo mata. Canalhas miseráveis! Aconselho à todos a não verem o vídeo, pois como foi tido no texto, por trás de um suposto simples vídeo, há uma violação humana, uma vida que não foi respeitada. Solidarizo com essa família e gostaria de pode dar um abraço nos familiares. Enquanto eu viver, lutarei contra esse regime de exceção que é o machismo. Descanse em paz, minha cara!

Anónimo disse...

Se gravou já sabia a consequência dos Atos,
Simples assim!!!

Ana Eufrázio disse...

Infelizmente, as pessoas ainda não compreenderam que existem fantasias, que existem enganos, que existe gente mal caráter, que liberdade individual, que existem vontade de agradar... E infelizmente, existem muitas outras pessoas que se escondem no anonimato para disseminarem, expressarem e promoverem comportamentos preconceituosos.As pessoas precisam entender que o respeito a privacidade é princípio fundamente de convivência entre as pessoas e que sem isso é impossível estabelecer relações de confiança, seja entre amigos, entre parentes, casais ou profissionais, dente outros tipos de relações. Apesar de vivermos no salve-se quem puder, prefiro acreditar que é possível sim estabelecer laços de confiança.Por isso imagino que hombridade e honestidade se espera de qualquer pessoa, mas acima de tudo empatia. É o se colocar no lugar do outro e se perguntar como eu ficaria na mesma situação. Se todos nós fizéssemos esse questionamento o mundo seria bem melhor, e acho que não conheceríamos histórias como as de Fran, de Denise ou de tragédias como a de Júlia.

Anónimo disse...

Ana, acredito que faltou alguém para conversar e orientar a menina. É claro que a vida dela foi exposta, até por engano dela. Mas era preciso dizer que logo tudo será esquecido, que ela poderia recomeçar e vida dela. Até antes da morte dela, eu, por exemplo, não sabia do vídeo. É claro que na cidade dela, no bairro, todos sabiam. Mas o que ela estava fazendo no vídeo é a coisa mais natural do mundo, relacionamento sexual. Quem nunca teve uma relação sexual? Ou experiências na vida? Nossa sociedade é muito preconceituosa. Era preciso dizer para este anjo que muitas pessoas famosas (Scarlett Johansson e Carolina Dieckmann) tiveram suas intimidades expostas desta forma e continuaram suas vidas, pois sabem que tudo é momentâneo. Lamento, porque mesmo longe, se a tivesse conhecido, teria dado estes conselhos, para ela se acalmar. Viajar para longe até que todos esquecessem a história. Infelizmente, ela não está mais entre nós, principalmente, vítima de uma sociedade hipócrita.

Ana Eufrázio disse...

Muito importante as observações sobre o apoio, seja de um familiar, de um amigo ou até mesmo de um desconhecido. À Júlia não houve tempo pra que ela tivesse o apoio da família, pois seus parentes não sabiam da existência do vídeo, souberam somente depois de sua morte e quanto aos seus amigos, talvez não tivessem maturidade pra lidar com a questão.Mas enfim, nos resta lutar com o preconceito que mata, recentemente uma mulher trans suicidou-se por não suportar a pressão da nossa sociedade. Enquanto permanecermos tolerantes com o preconceito estaremos tornando muito difícil a vida daqueles que ousam desafiar seus padrões.

Anónimo disse...

ela era bem biscatinha sei nao procurou tomou

Jane disse...

A maldade humana é infinita mesmo.
Monte de merda que gente que não mostra cara fala.Ela teve pelo menos vergonha, coisa que muitos não sentem nem a bala.
Sociedade nojenta , hipocrita, da nojo do ser humano.

Jane disse...

A maldade humana é infinita mesmo.
Monte de merda que gente que não mostra cara fala.Ela teve pelo menos vergonha, coisa que muitos não sentem nem a bala.
Sociedade nojenta , hipocrita, da nojo do ser humano.

Anónimo disse...

Fica de exemplo a outras adolescentes que acha que tudo e farra vi na internet este vídeo e como pai fiquei chocado pois tenho filha e este vídeo foi feito na escola sem nenhum pudor dos 3 envolvidos estes são nosso futuro pois esta vazou e outros que não temos como aconselhar a não fazer este tipo de coisa

Anónimo disse...

Eita, o anônimo aí de cima que disse com orgulho que é pai, mas procurou e assistiu vídeo... sei não. Coisa de "pai" tarado!

Anónimo disse...

Não quero parecer machista nem nada. Mas já temos tantos e tantos outros exemplos de vídeos divulgados na internet. Cara.. quer fazer orgia? (o que pra mim, particularmente, já é um tipo perversão) Faça entre quatro paredes e que fique lá dentro.. vai gravar pra que? Já tá difícil confiar em um parceiro, imagina em vários... Minha opinião.

Anónimo disse...

é complicado, acho que faltou apoio da família pra Júlia, eu no lugar dela faria o mesmo, a sociedade senta no próprio rabo pra falar do rabo alheio, só sabem julgar, quantas outras terão que morrer para que alguém tome alguma providência?

Anónimo disse...

aconteceu com minha amiga e quase acabou com a vida dela ....

Matheus disse...

A própria matéria diz que ELA PUBLICOU O VÍDEO POR ENGANO. O que vc tá falando aí sobre CANALHAS DE PLANTÃO? Sobre MACHISMO? Tá arrumando culpados onde não tem, infelizmente foi uma história muito triste, mas quem fez a merda foi ela mesma, pra mim canalha é quem usa isso para inflamar discursos feministas.

Anónimo disse...

se eu pudesse tbm me mataria
morrer é um descanço pra tanta humilhação. o pior de todos os sentimentos é ser humilhada em relação a sexualidade que é a coisa mais natural e mais vergonhosa q existe nesse mundo. mas tenho q suportar uma vida de faz de conta pra não destruir a minha familia, tenho q engolir toda humilhação a seco, tenho q chorar todos os dias, passar a noite em claro e dormir o dia todo pra não ouvir todas as ofenças toda humilhação das pessoas q te tratam como um lixo sendo q vc é um ser humano q tem muito mais sentimentos e muito mais dignidade doque muita gente q te joga pedras e nã sabe a metade da sua dor. não sabe a luta de suportar toda humilhação sozinha sem nunca falar sobre o assunto com ninguem e sem nunca entender direito oq aconteceu.
ela tinha 17? eu tinha 9!
quem sou eu? alguma doida doente que nem se lembra do seu ato, que nem sabia direito oq era, mas que entregou sua vida pra ser humilhada pra sempre. e hoje é pisada por onde passa, é o lixo mais sujo de todos. um lixo que quer morrer a mto tempo mas não tem coragem de destruir uma familia tão boa e digna, quero me reerguer de tudo. vou lutar sozinha nem que pra isso tenha q destruir quem ficar no meu caminho pra impedir a minha vitória.
posso no fim até morrer mas antes de morrer eu mato. a morte não é suficiente pra pagar a dor e a humilhação q passo todos os dias.
Covarde é aquele que desiste sem antes tentar. eu tentei uma vez mudar a minha vida e fui derrotada por gente q queria a minha desgraça, tinha medo e vergonha, agora não tenho mais medo de nada, não tenho nada a perder, mas continuo com vergonha, que é o pior sentimento e que nunca vai passar. então quando me ver na rua e tentar fazer piada de mim, muito cuidado, dizem que quando uma pessoa passa a vida inteira sendo humilhada e continua calada com o tempo a sua vergonha se torna loucura. então eu posso finalmente morrer mas posso também matar. não tenho nada a perder.
Vou dar uma ultima chance pra minha vida, vou tentar levantar a cabeça mais uma vez, mas se eu não conseguir suportar a vergonha será o meu fim pra sempre. pq tudo na vida tem limite, o meu limite está se esgotando, não suporto mais acordar todo o dia. minha vontade é dormir pra sempre. antes de enlouquecer eu prefiro morrer mas também tenho sede de matar.

Ana Eufrázio disse...

Tento te escrever (anônima acima) na esperança de que volte pra se certificar de que há alguma resposta ao seu comentário. Caso volte aqui, peço que me envie um e-mail para anaeufrazio.yahoo.com.br. De qualquer forma tenho algumas coisas pra te dizer. Compreendo o tamanho da sua vergonha, do seu sofrimento e da sua dor. Não vou te dizer que a vida é bela ou coisas do tipo, esses clichês que as pessoas repetem muitas vezes sem saber o que dizem. Quero te dizer que essa sociedade hipócrita não merece o seu sacrifício. Pelo contrário, merece que erga a sua cabeça e a ignore, porque uma sociedade de machistas busca nos provocar o que você esta sentindo, pra que sejamos mais facilmente manipuladas. Você não deve sentir vergonha por coisa nenhuma. Quem tem de sentir vergonha são pessoas que usam a sexualidade feminina pra se autoafirmarem, se sentirem superiores, pra manipular as mulheres ou para envergonha-las. Você não cometeu nenhum erro algum, seja o que for que tenha lhe acontecido. Você foi vítima de alguns crimes, inclusive de pedofilia. Pelo que posso compreender faz um tempinho que isso lhe aconteceu, mas ainda me parece ser muito jovem e precisa de ajuda. Não deixa me enviar um e-mail, estou preocupada com você. Gostaria de poder ajuda-la de alguma forma, há muitas coisas sobre as quais podemos conversar. Abraços.

Anónimo disse...

anonima, oq aconteceu com voce? podemos te ajudar? sua vida valhe sim a pena, pra voce, nao pros outros. nao importa oq os outros pensam a nosso respeito, oq importa é a gente conseguir sobreviver e ter alguma felicidade nessa vida. fazer planos, realiza-los, enfim, vivermos pra nos mesmas. se vc esta decepcionada com a sociedade, vc esta certa, boa parte da sociedade (principalmente por causa dos homens, que sao uma escoria) é podre. mas tambem tem gente boa por ai, e se a gente consegue ter bons momentos trocando com essas pessoas boas q cruzam a nossa vida, entao o dia ja valhe a pena. fica bem, menina... nao é tarde demais, a gente sempre pode se reerguer. e se quiser alguma ajuda, deixa alguma forma de contato aqui, como um perfil ou email falso, se vc quiser. beijo

Anónimo disse...

esqueci de falar: voce pode procurar alguma orgao de apoio a mulher que la eles vao saber te orientar e te dar o apoio que voce precisa se quiser denunciar o verme que te abusou e se vingar. vc merece isso, vc tem todo direito, e se isso vai arruinar a imagem de familia perfeita, otimo, pq perfeita ela nunca foi. nao existe familia perfeita, e familias que permitem que meninas de 9 anos sejam abusadas sao as mais distantes da perfeiçao possivel. nada disso é sua culpa, o unico errado aí é ele. procura o seu estado aqui nesse link q vc vai encontrar alguns telefones e endereços uteis https://sistema3.planalto.gov.br//spmu/atendimento/atendimento_mulher.php?uf=SP

Genis disse...

Anônima, não se deixe enganar por esses discursos machistas idiotas que tolhem a gente todos os dias, a culpa não é sua, a culpa nunca é da vítima seja ela vítima de um agressor ou de uma sociedade agressora. Converse com pessoas que você confie, converse com a gente.

Anónimo disse...

Anônima, não sei se já te disseram isso, mas Deus te ama muito e dá valor à sua vida... Ele é o único que não te julga, não te humilha: pelo contrário, Ele te chama de filha, amada, amiga, abençoada e bem aventurada (feliz)! Se Deus é rei e te chama de filha, então você é uma princesa! Não tire a sua vida, por mais que doa viver... Você pode até dizer "ah, mas é fácil pra você falar..." mas eu sei de uma solução: a resposta e o alívio que você procura só Deus pode te dar! A morte não alivia nada: a vida é bela! As pessoas te rejeitam, mas Deus te ama e te espera sempre te braços abertos, pra ouvir as suas tristezas, enxugar suas lágrimas e, todos os dias, Ele quer te dar a Sua paz... Ele te dá um belo Sol todas as manhãs, Ele te dá mais uma chance todos os dias de encontrar a verdadeira felicidade! A única coisa que você tem que fazer é deixar que Deus entre em seu coração! Ele perdoa os seus erros do passado e esquece pra sempre! Não ligue pro que as pessoas dizem, pois Deus, O Maior de todos te ama! Ele quer ser o seu melhor amigo! E não se preocupe em como estás: Deus te quer exatamente assim! Ele está te chamando, vá ainda hoje ao encontro dele! Não se preocupe com nada, pois Ele quer resolver tudo! Coloque nas mãos dEle e Ele vai te ajudar à enfrentar esses momentos dificílimos em que você se encontra hoje!!! Amanhã, pode ter certeza, isso será uma história que você contará pra ajudar outras garotas! Deus está te dando a chance de ter a experiência de hoje, pra ter a luz do fim do túnel que outras precisarão e encontrarão em você! Você é especial pra Deus, jamais permita que alguém diga o contrário, viu?? Você é linda, perfeita aos olhos do Pai! Corra pra Ele! Deus não quer ver essas lágrimas e nem essa cabeça baixa, hein?? Ele ama seu sorriso, que é o mais lindo do mundo! Jamais deixe que digam coisas horríveis sobre você, pois quem faz isso não é feliz e nem deixa os outros serem... Deus te ama e eu já te amo, mesmo não sabendo quem é você, pois Deus já te conhece desde que você era um bebezinho na barriga da sua mãe e Ele acha de você tudo isso que eu falei... Sabe o que você tem que fazer?? Respirar fundo, enxugar essas lágrimas, levantar essa cabeça e encher o peito pra dizer: O Maior de todos está comigo! Em seguida, diga assim: "Deus, por favor, entre no meu coração e more nele por todos os dias da minha vida. Me dê a sua alegria e a sua paz, por favor. Escreva também o meu nome no seu Grande Livro da Vida e seja meu Único e Suficiente Salvador! Em nome de Jesus, amém" depois disso, procure uma igreja mais próxima de sua casa e assista a um culto, onde Deus vai falar com você. Beijos e que Deus abençoe você e sua família. Orarei por vocês esta noite. A força que você precisa vem de Deus.

Anónimo disse...

Concordo e um mucado de viado achando que e homem .seu foce pai de uma delas metia o piru na bunda dele e postava ai eu queria ver

Anónimo disse...

Você deveria tomar vergonha nessa sua cara, isso sim! À medida em que se confia em alguém e, em conseguinte, acaba por sentir amor por essa pessoa ela é capaz de realizar coisas banais ou não por ele(a). Não foi culpa dela, meus pêsames para essa família que a perdeu. Eu sou feminista, luto pelos direitos da lei Carolina Dieckman que deveria aumentar a penalidade para menores de idade. Merecem sofrer pela vergonha causada com nós, as vítimas. Eu já tive nudes divulgados e pensei em me suicidar, porém, recebi o total apoio de amigos que ainda gostavam de mim. A pesar do maldito preconceito, eu dei a volta por cima e fiz uma revira-volta esplêndida! Que Geová aguarde a alma dessa garota e abençoe essa família.

Anónimo disse...

Ela era muito gata e gostosa infelizmente se matou nada a ver esse público BR e lixo burro sabem nem ler a maioria vagabundos.

Michelle Santos disse...

boa tarde meu sentimentos mas pra que ela vai filmar sua intimidade desculpa o que ela faz e da conta dela pra que filmar isso deve ser gardado na memoria

Anónimo disse...

por acaso eu li a historia de julia e sinto muito em dizer que tbm passei por isso, nao me esqueço nunca daqueles meus 43 segundos de pura bobeira, segundos que eu não imaginaria que acabaria com minha paz, com minha auto estima, com meu amor próprio, com o bom exemplo que eu esperava poder dar pro meu filho. sinto tanta dor e vergonha quando ando na rua e vejo que as pessoas olham pra mim diferente, comentem sobre mim, ainda me julgam por algo que a mais de um ano aconteceu.. Não sei oq fazer, quero fazer um curso de unha em gel pra melhora minha vida e sinto medo de batalha pelo meu sucesso e ser hostilizada, humilhada e nao ter clientes por conta desse episodio infeliz, hj estou muito triste, coração doendo e vi que meu objetivo e o apoio que recebo do meu marido caiu por terra em lembra daquela situação em que quase coloquei um ponto final em minha vida, cheguei a escrever carta de Adeus ao meu esposo, ao meu filho, a minha familia.. não sei oq fazer, tenho medo, não sei com quem conversa, tenho vergonha de me abri com alguem de vdd.. sera que por um ponto final em tudo isso vai acalmar meu coração? to sem rumo e de coração despedaçado..

Ana Eufrázio disse...

Olá querida,
Manda um e-mail pra mim para que a gente possa conversar.
Mantenha a calma. Você conseguirá superar tudo isso.Um dia esse sofrimento será apenas uma lembrança!

Suzana Zielinski disse...

poxa isso mata agente , por mas que vc procure uma delegacia ou coisa tal vc nunca e mesma de novo

Ás de Espadas disse...

Eu aposto que você modera os comentários antes de aprovar. Seleciona os que concorda com os que considera lixo porque vão contra sua opinião... Será isso mesmo?